Quero ser Maçom!

Quero ser maçom?

Citação:

LOPES DE ALMEIDA, C. Quero ser maçom. São Paulo: AMF3. 2010. (Acessível em: http://amf3.com.br/quero-ser-macom)

Quero ser maçons?

Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida

 

Nota 2022

 

Para os que acompanham o Projeto AMF3 desde seu início em 2010 já sabem que os objetivos foram se alargando. Incialmente o interesse tinha como foco a ideia de filosofia como “filosofia de vida” restrita à sociabilidade maçonaria, por ser ela justamente uma filosofia de vida presente em números expressivos por todo o Brasil. Com o passar dos tempos, notamos que havia mais pessoas de fora desse grupo social interessado em filosofia enquanto exercício. O que tem nos feito alargar a interação justamente com outros públicos e abrindo mão daquela ideia inicial.

 

A palavra maçonaria no meio virtual acaba por desviar do nosso foco fundamental que é justamente falar de filosofia enquanto “filosofia de vida”. Notamos que uma certa curiosidade pela palavra maçonaria e todo um circuito de “crendices” e mitificações em nada relaciona-se com a filosofia acadêmica. É mais um circuito infindável de falsas ciências e esoterismos “terraplanista”.

 

Optamos por deixar o texto original da forma que ele foi concebido, com pequenos acertos na gramática. De certo modo ele ainda funciona como uma orientação para aqueles que são leitores mais atentos. E considerando a opinião de alunos e leitores do nosso trabalho, a função de orientação para os que ainda buscam pelo termo justifica que ele permaneça por aqui.  

 

 

Quero ser maçom? (texto original)

 

No final do ano certamente vários internautas digitam no Google essa frase: “quero ser maçom”.


E logo vem lá uma longa lista de sites, 1.130.000 de site para ser preciso. Enfim, por onde começar?

 

A primeira coisa que a pessoa deve pensar é que na internet tem espaço para tudo e todos. Trata-se de uma ferramenta que serve para qualquer coisa. O melhor é o bom senso e capacidade de julgar as informações. Ser um pouco desconfiado e procurar conhecer pessoas de carne e osso, depois, de cruzar as informações com mais outros sites.

O melhor é descobrir uma Loja Maçônica perto de onde você trabalha ou mora. Procure alguém e tenha uma conversa franca.

 

Em geral existe o mito que “você é convidado para entrar”. Trata-se de meia verdade, pois as Lojas, como célula local da Maçonaria tem autonomia. Essa ideia de que só entra se alguém lhe convidar é muito comum no interior do Brasil. Onde a Maçonaria é pervertida no seu sentido mais original, liberal, e acaba por ser um lugar de status de um bando de irmãos que pouco sabe de filosofia.

 

Nos grandes centros isso também pode ocorrer. Porém é comum surgir novas Lojas e nisto alguém pode se apresentar e manifestar o interesse de ser Maçom. De fato, haverá uma seleção, uma entrevista, feita por no mínimo três maçons. Irão querer saber quem é você?

 

Para ver se você é rico? Claro que não. Mas para saber suas condições físicas, intelectuais e se você consegue pagar uma mensalidade. Para quê mensalidade?  Ora, em geral a Loja funciona em lugar; há conta de água, luz, etc. As contas de uma Loja são abertas e todos sabem o que entra e para onde vai. (Diferente das Igrejas Universais da vida)

 

Mas quais são seus motivos em ser Maçom? Você ouviu falar de Maçonaria de Onde? É uma grande ilusão pensar que na maçonaria todo mundo é rico e ao adentrar a Ordem você também vai se dar bem. Este tipo de pensamento chega a ser infantil.

 

Procure outros motivos para justificar sua entrada na maçonaria, pois você irá ficar profundamente frustrado se as suas forem ganhar status e grana.

 

Existem vários outros motivos de estar na maçonaria. A fraternidade é um deles, outro é ajudar em alguma coisa no processo social (o que não é fácil, dá trabalho e exige muita inteligência). A maçonaria é discreta e não tem segredo algum. Quem tem segredo é Banco, Embaixadas, Governo.

 

Na Maçonaria há mistério que é totalmente distinto de segredo. Os poucos segredos que temos não faz ninguém ficar rico ou mais inteligente. Mistério é uma dimensão do espiritual de nós humanos.

Enfim, espero ter ajudado.

 

 

6 comments

Sou um homem de bons costumes, sempre ajudo os outros quando sou solicitado, tenho formação juridica, sou funcionário publico, ou seja, meu trabalho é lícioto, sou pai de familia, acredito nas leis do meu país. Já conversei com maçons amigos meus, e, ja solicitei para vários em ter vontade de participar de uma loja, em ser aceito. Como jurista sou leitor assíduo da filosofia, acredito em um criador, o que mais preciso para mostrar que desejo participar da grande ordem?

Caro amigo anônimo.
Para entrar para a maçonaria, não basta somente vc querer. Todos os maçons dizem que uma pessoa não vira maçom, ela nasce maçom. Então se nenhum amigo seu te convidou ate agora para participar, é pq vc não é um maçom.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Conteúdo autoral!
%d blogueiros gostam disto: