O que a Maçonaria faz? <h2>Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida</h2> <h3 style=”margin: 12pt 0cm; line-height: normal; text-align: justify;”>LOPES DE ALMEIDA, C. O que faz a maçonaria? AMF3: São Paulo. 2021. Acessível em:<font color=”#000000″ face=”Courier”>https://amf3.com.br/o-que-maconaria-faz</font></h3><p style=”margin: 12pt 0cm; line-height: normal; font-size: 12pt; font-family: ‘Bookman Old Style’; color: #000000; letter-spacing: normal; word-spacing: 0px; text-align: justify;”>A maçonaria tem sido objeto de especulação e ilações diversas há muito tempo. Uma coisa é preciso dizer acerca dessas fantasias…

Leia mais

Uma breve história da filosofia Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida Citação: LOPES DE ALMEIDA, C. uma breve história da filosofia. São Paulo: AMF3. 2010. (Acessado em http://amf3.com.br/uma-breve-historia-da-filosofia-2) Filosofia Antiga Trata-se do início da Filosofia, da identificação de seus primeiros problemas. A Filosofia Antiga abrange um período que vai do final do século VI a.C. até o século VII d.C. Seus espaços iniciais foram as cidades-estados da Grécia, mas seu desenvolvimento atingiu várias cidades…

Leia mais

Haiti! Como ajudado, sem atrapalhá-lo? O presente artigo pretende propor um olhar sobre a atual crise do Haiti. Pretende mostrar que a ocupação dos EUA a esse país é para mantê-lo sob sua influência econômica. Com esse êxito militar, pretendo, também, mostrar que o fracassado foi, sobretudo, a Força de Paz chefiada pelo Brasil, que não cumpriu seu papel de proteger a soberania daquele país Caribenho. Ao pensar essas questões, penso esclarecer o risco…

Leia mais

Filosofia é uma coisa que todo mundo pergunta “pra quê”. Segundo Leandro Konder, nos fascismos alemão e italiano uma das características era a total ausência de discussões para o espírito. E uma luvação da tecnologia. Aliás, o Serra tem gozo em falar de escolas técnicas. Quando ele não consegue impor seus projetos na Escola pública diz que esses professores são incompetentes. Precisam passar por cursos de formação. Ou seja, de submissão. Estamos caminhando para…

Leia mais

Migração em Conselheiro Pena: a Volta. Uma das principais questões de quem vai para os EUA é um dia voltar. Aliás, todos que saem de Conselheiro Pena, em geral, querem um dia voltar para a nossa querida cidade. A grande maioria pretende comprar uma terra, uma casa, carro, montar um negócio e ser feliz.Esse desejo não é só nosso. Se formos na França, vamos encontrar lá nigerianos pensando o mesmo. No próprio EUA certamente…

Leia mais

Não faça plágio, faça citação. LOPES DE ALMEIDA, C. Ser Filósofo. São Paulo: AMF3. 2009. Acessível em: https://amf3.com.br/saudacoes-caros-internautas-ser Ser Filósofo Saudações caros internautas! Ser filósofo no Brasil é ser Professor de Filosofia e ter cursado uma graduação em Filosofia, que ronda a casa das 3mil horas aulas. Caso contrário, e existem bastantes, é ser alguém que sob certas condições materiais razoáveis ocupa seu tempo em escrever pensamentos e ideias à solta, sem um diálogo…

Leia mais

Esboços da história da Educação: a antiguidade aos nossos dias. Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida Citação:  LOPES DE ALMEIDA, C. Esboços da história da Educação: a antiguidade aos nossos dias. São Paulo: AMF3. 2007. (Disponível em: http://amf3.com.br/historia-concisa-da-educacao-2/)   ***   O que nos motiva nesse trabalho é fazer notações sobre os principais momentos da história da educação. Desejoso de orientar a prática educacional no presente busca-se nessa disciplina, História do Pensamento Pedagógico, e no curso de Pedagogia, familiarizar com…

Leia mais

Adágio pela história da educação: da pré-história aos nossos dias   Professor Me. Cídio Lopes de Almeida Citação: LOPES DE ALMEIDA, C. Adágio pela história da educação: da pré-história aos nossos dias. São Paulo: AMF3. 2007. (Disponível em http://amf3.com.br/educacao )     A história da educação é uma temática ampla e instigante. Pode-se examinar a história da humanidade desde seus rudimentos que aí vamos observar a marca peculiar dos humanos que é a de…

Leia mais

A arte de preencher diários LOPES DE ALMEIDA, C. A arte de preenhcer diários. São Paulo: AMF3. 2007. Acessado em https://amf3.com.br/arte-de-preencher-diarios   Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida  O que está no âmago do preenchedor de diários é o remorso: “Eu não queria ter me tornado nisso”.  O preenchedor se envergonha (em caso negativo, deveria se envergonhar) de sua condição: originalmente, não queria ter se tornado um preenchedor de diários. Mas perdeu a luta,…

Leia mais

849/849
error: Conteúdo autoral!