Migração em Conselheiro Pena: a Volta. Uma das principais questões de quem vai para os EUA é um dia voltar. Aliás, todos que saem de Conselheiro Pena, em geral, querem um dia voltar para a nossa querida cidade. A grande maioria pretende comprar uma terra, uma casa, carro, montar um negócio e ser feliz.Esse desejo não é só nosso. Se formos na França, vamos encontrar lá nigerianos pensando o mesmo. No próprio EUA certamente…

Leia mais

Não faça plágio, faça citação. LOPES DE ALMEIDA, C. Ser Filósofo. São Paulo: AMF3. 2009. Acessível em: https://amf3.com.br/saudacoes-caros-internautas-ser Ser Filósofo Saudações caros internautas! Ser filósofo no Brasil é ser Professor de Filosofia e ter cursado uma graduação em Filosofia, que ronda a casa das 3mil horas aulas. Caso contrário, e existem bastantes, é ser alguém que sob certas condições materiais razoáveis ocupa seu tempo em escrever pensamentos e ideias à solta, sem um diálogo…

Leia mais

Esboços da história da Educação: a antiguidade aos nossos dias. Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida Citação:  LOPES DE ALMEIDA, C. Esboços da história da Educação: a antiguidade aos nossos dias. São Paulo: AMF3. 2007. (Disponível em: http://amf3.com.br/historia-concisa-da-educacao-2/)   ***   O que nos motiva nesse trabalho é fazer notações sobre os principais momentos da história da educação. Desejoso de orientar a prática educacional no presente busca-se nessa disciplina, História do Pensamento Pedagógico, e no curso de Pedagogia, familiarizar com…

Leia mais

Adágio pela história da educação: da pré-história aos nossos dias   Professor Me. Cídio Lopes de Almeida Citação: LOPES DE ALMEIDA, C. Adágio pela história da educação: da pré-história aos nossos dias. São Paulo: AMF3. 2007. (Disponível em http://amf3.com.br/educacao )     A história da educação é uma temática ampla e instigante. Pode-se examinar a história da humanidade desde seus rudimentos que aí vamos observar a marca peculiar dos humanos que é a de…

Leia mais

A arte de preencher diários LOPES DE ALMEIDA, C. A arte de preenhcer diários. São Paulo: AMF3. 2007. Acessado em https://amf3.com.br/arte-de-preencher-diarios   Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida  O que está no âmago do preenchedor de diários é o remorso: “Eu não queria ter me tornado nisso”.  O preenchedor se envergonha (em caso negativo, deveria se envergonhar) de sua condição: originalmente, não queria ter se tornado um preenchedor de diários. Mas perdeu a luta,…

Leia mais

885/885
error: Conteúdo autoral!